1.º Ciclo na Infancoop

1.º Ciclo na Infancoop

sexta-feira, 25 de janeiro de 2013

Educação finaceira

O pai do Afonso trabalha no banco e por isso a sua profissão é bancário. Veio à nossa sala explicar-nos alguns conceitos sobre o Banco e trabalhámos verdadeiros conteúdos de Educação Financeira.
Para nos ajudar a perceber alguns conceitos que nem sempre são muito fáceis de entender, fomos fazendo histórias cujas personagens éramos nós.
Havia um senhor que era dono de uma padaria e tinha uma empregada. Pelo seu trabalho, ele tinha de lhe pagar um ordenado. A sua empregada, porque não é seguro ter o dinheiro todo em casa, decidiu ir guardá-lo no banco. O Banco serve para guardar dinheiro.

De seguida, como a produção de pão era tanta, o dono da padaria teve de comprar mais máquinas para fazer pão. Como as máquinas são caras, teve de ir pedir dinheiro emprestado ao Banco. O banco serve para emprestar dinheiro.

Num dia, o patrão quis ir ao banco saber quanto a sua empregada tinha na conta. Mas, os bancários não podem dar essa informação a estranhos, chama-se a isso sigilo profissional. Só a empregada pode questionar sobre a sua conta no Banco.

Depois de vender tanto pão, o dono recebeu um pagamento que tinha algumas notas estragadas. Em vez de as deitar para o lixo, levou-as ao Banco para este restaurar o dinheiro estragado. O Banco restaura o dinheiro rasgado.

A história poderia ter continuado mas tivemos de parar de imaginar… o pai do Afonso colocou-nos uma importante questão: “Será que a empregada deve gastar o seu dinheiro todo de uma vez?”

Rapidamente respondemos que não pois, ela devia poupar. Aprendemos que poupar é muito importante pois, assim temos um dinheiro de parte opara comprarmos alguma coisa especial ou gastar num bem essencial para a nossa vida. Assim, aprendemos que o Banco também guarda as nossas poupanças.

Para nos ajudar a poupar, o Afonso e o pai ofereceram-nos um porquinho mealheiro com o nosso nome gravado e, para trabalharmos ainda melhor, foi-nos oferecido um estojo com material escolar do Banco que apoia as aulas.

 




 
 
 
 
 
 Já andamos todos a fazer poupanças e, em breve, iremos depositá-las no Banco.

3 comentários:

Marco Leal disse...

Obrigado Malmequeres.
Marco Leal

Joana D disse...

Então agora é só começarem a guardar as vossas poupanças nos vossos porquinhos mealheiros!!!

Beijoquinhas

Marina Carrilho disse...

Obrigado Marco, graças ao porquinho o meu filho agora está a fazer uma grande poupança, todos os dias põe a moedinha no porquinho. É muito giro este contacto que os meninos têm com as várias profissões, explicada na "linguagem" que eles precebem.

Beijinhos, Marina Carrilho